A finitude da vida – Gabriel Garcia Marquez se vai

A notícia do falecimento de Gabo reaviva na memória a marca deixada por suas obras lidas em momentos de vida diferentes  para cada um e que, por isso, têm um particular efeito em seus leitores.

100 Anos de solidão foi para mim a mais marcante quando a li em minha adolescência. Como poderia uma só obra percorrer as agruras de uma família em 100 anos de existência. Descendentes vivendo conflitos semelhantes em diferentes épocas. Nunca mais esqueci.

O amor nos tempos do cólera, este mais recente, foi também uma bela obra. Como não se solidarizar com o personagem que amou uma única mulher por toda a sua vida. O filme, mesmo sendo alvo de críticas, conseguiu reproduzir muito bem o enredo do livro.

Vai continuar vivo em suas obras e por meio de sua história de vida.

Gabo

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Histórias, leitura, livros, Notícias, Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s